Amazon MP3 Clips

vineri, 19 noiembrie 2010

Mulher foi condenada a morte por ofender Maome

Leiam a notícia e depois comento abaixo.

A família de Asia Bibi vive uma terrível expectativa: a mulher de 45 anos, que é cristã, pode ser enforcada nos próximos dias em Punjab, no Paquistão. Ela foi condenada por ter "ofendido o profeta Maomé" durante uma discussão.

- Sempre que vejo a foto dela eu choro - disse à CNN Isham Masih, filha de Asia. - Quero a minha mãe de volta. Eu rezo por isso - acrescentou.

De acordo com autoridades paquistanesas, Asia violou a lei ao blasfemar contra o Islã, um crime que é punido com pena de morte ou prisão perpétua.

O incidente ocorreu em junho de 2009, quando Asia, que é camponesa, estava colhendo frutas em um vilarejo a duas horas de Lahore. Durante um intervalo para lanche, a mulher pôs a caneca em um balde de água potável e ouviu de outros trabalhadores que o líquido estava contaminado por uma não-muçulmana.

Então se deu uma áspera discussão. Asia teria dito que "Maomé tinha vermes na boca antes de morrer", o que, segundo os costumes locais, é uma forma de dizer que Maomé não era um profeta.

COMENTO: Em pleno século XXI somos atormentados todos os dias por essas bestas feras que se auto-proclamam senhores da única verdade.

Quem já estudou a história de Maomé (ele se auto intitulou um profeta) e o Alcorão, percebe logo que tudo não passa de uma mistura da Torah judaica e do segundo testamento católico, com adendos que fortificaram a estrutura patriarcal árabe do século VI.

Viver em países onde o radicalismo islâmico impera, ter opinião diferente ou não acreditar nesse espertalhão do Maomé (ou Mohammed), é assinar uma sentença de morte. Na interpretação dos Cléricos do Islamismo, o D'us do profeta Maomé, o enviado do Eterno (tisc), e fundador do Islã, parece não ser nem um pouco amoroso e bondoso. Viver e ser um cidadão comum nesses países deve ser uma bela merda.

http://roderrock.blogspot.com/

Niciun comentariu:

Trimiteți un comentariu